Castelo Caravaca de La Cruz – Espanha

Castelo Caravaca de La Cruz – Espanha

O Castelo de Caravaca de la Cruz é cercado de algumas lendas muito interesantes que dão todo charme tanto para o castelo quanto para a cidade. Ficamos encantados de conhecer o local com pessoas hospitaleiras e simpáticas. O Castelo fica na cidade de mesmo nome, na Comunidade Autônoma de Múrcia – Espanha. A distância de Madrid é de 395 km.

A melhor maneira de chegar na cidade é através do aeroporto de Alicante-Elche, que fica a 141 km de Caravaca de la Cruz. Para o traslado até a cidade de Caravaca o ideal é alugar um carro. Vamos deixar aqui o link onde você pode fazer seu planejamento para qualquer viagem com todos os detalhes.

O Castelo e sua História

Este slideshow necessita de JavaScript.

É uma fortaleza também conhecida como Real Alcázar e fica numa elevação de terreno bem no centro urbano antigo da cidade, e atualmente dentro do castelo se encontra o Santuário de Vera Cruz que é bem representativo para a peregrinação cristã.

A ordem cronológica da história do castelo não pode ser definida por falta de documentos ou achados arqueológicos, porém no começo do século XIII a fortaleza já estava completa, por isso se pode prever sua origem árabe. E toda sua arquitetura é típica de fortalezas muçulmanas.

Após a conquista cristã sobre os muçulmanos, o castelo foi entregue à Ordem dos Templários, que era uma ordem militar formada por monges que lutavam pelo cristianismo e defendiam o Castelo e a “Cruz”. Os Templários permaneceram ali por mais ou menos 46 anos.

No século XIV passou a ser vinculado à Ordem de Santiago. Com o passar dos anos a fortaleza foi muito modificada e foi convertida num centro sacro, porém ainda mantém um carácter bélico pela imponente arquitetura que possui, com grandes torres cúbicas e algumas de planta redonda.

Arquitetura

O Castelo de Caravaca de La Cruz é cercado por uma muralha formada por 14 torres de tamanhos diferentes, onde três são mais novas e semicirculares, já as outras são quadradas.

Ao lado da porta principal tem duas torres grandes. Uma delas é chamada Torre de las Toscas e tem um baluarte do século XIX com um símbolo da Guerra da Independência.

A parte interna da fortaleza, hoje em dia é formada por uma galeria com colunas que rodeiam o pátio interno e um templo que possui uma planta quadrada com seis torres e era o último recinto de defesa com saída direta para a parte exterior. A estrutura mais importante dessa parte é a Torre Chacona.

A lenda da cruz de dois braços

A cidade tem esse nome por causa de uma lenda que dizia que em 1231, chegaram alguns prisioneiros na cidade e entre eles havia um sacerdote chamado Ginés Pérez Chirinos. Então o rei “almohade” (tribo árabe) Ceyt-Abu-Ceyt, encomendou a este sacerdote que ele celebrasse uma missa. A missa foi interrompida pois não havia nenhum crucifixo no altar. Nesse momento apareceram anjos no altar trazendo uma cruz de dois braços. Diante dessa aparição milagrosa, os árabes que ali estavam, acabaram se convertendo ao cristianismo. Hoje em dia, réplicas dessa Cruz de Caravaca é usada como amuleto, dando proteção contra todos os tipos de males, protegendo o lar e seus habitantes, afastando as energias negativas e também brinda a prosperidade.

A cidade de Caravaca de La Cruz   

A cidade murciana tem mais ou menos 25.000 habitantes. Caravaca de la Cruz tem alguns pontos que merecem ser visitados.

Separamos aqui no blog os pontos da cidade que mais gostamos:

  • Fuentes del Marqués: lugar lindo para tirar ótimas fotos e se perder apreciando a vista, que pode variar de acordo com a estação do ano. Fica a 2 km do centro da cidade.
  • Museu Arqueológico Municipal de la Soledad: o museu fica dentro da Igreja de la Soledad. Tem muita informação e materiais arqueológicos que contam toda a história da cidade.
  • Basílica de Vera Cruz: tem origem islâmica. Passou por várias reformas e hoje se destaca por seu interior de estilo renascentista e sua fachada barroca. Nela se celebra o “ano jubilar”, que é celebrado em algumas igrejas cristãs históricas (católica e ortodoxa), onde se comemora o ano sabático com significados particulares.

A lenda “Caballo del Vino”

O Monumento “Caballo del Vino” (Cavalo do Vinho) faz referência a lenda que diz que em 1250, quando o Castelo era dominado pelos Templários e estava cercado pelos árabes vindos do reino de Granada. Chegou um ponto que os moradores do Castelo já estavam sem água e sem alimento. Foi quando surgiram cavaleiros vindos da cidade de Lorca (próxima de Caravaca de la Cruz) carregando vinho em seus cavalos para saciar a sede da população defensora do castelo. A população homenageou esses cavaleiros com mantos bordados e flores. Isso é comemorado na cidade até hoje com uma festa grandiosa. Tem também o Museu Caballo del Vino que fica em pleno Casco Antigo e tem expostas peças utilizadas para enfeitar os cavalos utilizadas desde princípio do século XX até os dias atuais.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nosso passeio por Caravaca foi muito agradável. Depois de conhecer o Castelo recomendamos um passeio pelas ruas do casco antigo da cidade. Dê uma parada na Plaza del Ayuntamento (Praça da Prefeitura), que é conhecida também como Plaza del Arco (Praça do Arco), por causa do pórtico em formato de arco que da acesso ao casco antigo. Ali você pode tomar uma boa taça de vinho🍷 e comer algo, disfrutando da tranquilidade e do charme da cidade.

O vídeo da nossa visita ao Castelo Caravaca de la Cruz já está disponível em nosso canal do YouTube. Confere lá ! Ou se preferir assista aqui abaixo:

Salud!! 🏰🏰

 

 

Booking.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!