O QUE SÃO VINHOS DE ALTURA?

O QUE SÃO VINHOS DE ALTURA?

Encontramos em alguns rótulos atualmente essas palavras: VINHO DE ALTURA ou VINHO DE ALTITUDE.

Alguns podem pensar que é um termo de moda (assim como vários que surgem por aí) que aparecem no mundo do vinho. Na minha opinião, acredito que os vinhos de altura não seja um termo efêmero, pois é uma viticultura embasada em fundamentos que fazem todo sentido para mim.

E você pode estar se perguntando várias coisas em relação a esse tema:

O que significa isso, de onde vem esses vinhos, como são eles, etc…

Se você gosta de beber vinho, aprender mais sobre eles vai te ajudar a entender por exemplo, porque você gosta mais de uns do que de outros.

Hoje vamos te explicar o que são os vinhos de altitude, onde eles são produzidos e qual a diferença desses vinhos em relação aos outros.

Os vinhos de altura são aqueles elaborados a partir de uvas cultivadas em regiões de altitudes mais elevadas.

A partir de altitudes en torno de 800 metros já podem ser considerados vinhos de altitude.

O limite de altitude para o cultivo da vinha vai até onde a climatologia permitir, ou seja, até onde se consiga cultivar e colher uvas com ótima maturação.

Encontramos vinhedos em altitudes bastante elevadas como por exemplo:

  • Próximo aos Andes (Argentina) ⇒ aprox. 1500 metros
  • Valle do Elqui (Chile) ⇒  aprox. 1800 metros
  • Valle de Aosta (Itália) ⇒ aprox. 1350 metros
  • Manchuela (Espanha) ⇒ aprox. 1100 metros

Agora teremos algumas influências positivas da altura (altitude) em relação as uvas e aos vinhos:

  • Vinhos frescos e com boa acidez ⇒ os invernos mais prolongados, a grande amplitude térmica (diferença da temperatura entre o dia e a noite) faz com que as uvas amadureçam lentamente mantendo uma boa acidez que dará vida e frescor ao vinho.
  • Vinhos que mantém aromas e sabores bastante frutados ⇒ a amplitude térmica também favorece a acumulação de características frutadas nos vinhos.
  • Vinhos com mais concentração de polifenóis ⇒ por causa da maior radiação nas regiões mais altas, as uvas apresentam um aumento da espessura das cascas,  acumulando assim uma maior quantidade de taninos e antocianos. Os antocianos são responsáveis pela cor dos vinhos tintos, portanto esses vinhos terão uma coloração mais intensa. Em relação aos taninos, há uma acumulação maior deles, porém mais maduros com características mais redondas e suaves.
  • Maior complexidade nos vinhos: a medida que aumenta a altitude, aumenta a insolação, porém o ciclo de maturação é mais lento e progressivo favorecendo o acúmulo de substâncias que darão mais riqueza ao vinho.

Então agora que você já conhece as influências que a altitude pode gerar, quando for beber esse tipo de vinho, preste atenção nessas características que falamos acima, principalmente a frescura e as notas mais frutadas.

❇️ Se desejar mais conteúdo, confere nossos artigos completos sobre o mundo do vinho clicando aqui.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!