Vinho branco envelhecido

Vinho branco envelhecido

Quase sempre ouvimos as pessoas se referirem aos vinhos brancos dizendo que eles são sempre vinhos jovens e leves.

Porém existem também vinhos brancos que após a fermentação alcoólica passam por envelhecimento e possuem melhores propriedades de conservação, podendo assim serem guardados por mais tempo.

Os vinhos brancos podem ser envelhecidos em:

  • Barricas de carvalho: continuam frutados porém com aromas e sabores provenientes da madeira.
  • Sobre suas “lías” (borras) ou “sur lie”: passam um tempo em contato com suas borras adquirindo mais complexidade, tornando-se mais redondo, untuoso e carnoso.
  • Ânforas de barro ou cimento: permitem que os vinhos evolucionem mantendo o carácter frutado.

Os vinhos brancos envelhecidos adquirem coloração mais dourada, não são tão ácidos e frescos como os jovens. São mais complexos, estruturados e mais potentes.

Procure serví-los com temperatura um pouco mais elevada que os brancos jovens, entre 10° e 12°C para poder sentir melhor os aromas.

Algumas sugestões para harmonizar vinhos brancos secos envelhecidos:

  • Queijos curados
  • Verduras assadas com ervas
  • Frango
  • Risotos de legumes ou camarão
  • Lagosta ao forno gratinada

Quer mais conteúdo de qualidade sobre o mundo do vinho? Clique aqui para conferir.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!