Vinhos de Napa Valley – Califórnia – EUA

Vinhos de Napa Valley – Califórnia – EUA

Hoje vamos para mais uma região vitivinícola importante no mundo do vinho. É dia de conversarmos um pouco sobre os vinhos da Califórnia (Estados Unidos da América), mais precisamente da viticultura em Napa Valley.

E qual a importância de sabermos sobre as regiões vitivinícolas?

Bom, eu diria que para quem quer realmente aprender sobre vinho, um dos pontos importantes é entender as características da região onde se cultivam as uvas que vão dar origem ao vinho. Entender como é o clima, os tipos de solo e a própria história da região é fundamental para entender melhor os diferentes estilos de vinho que encontramos por esse mundão!

A Califórnia localiza-se na costa oeste dos EUA, sendo uma das macrorregiões vitivinícolas norte americana e que concentra o maior volume de vinho do país. Na região de North Coast encontramos Napa Valley, que fica ao norte da Baía de São Francisco.

Napa Valley está limitada a oeste pela região de Sonoma e a leste pela Serra Nevada.

Os vinhos de Napa Valley são bastante potentes e estruturados, com taninos maduros e elevado grau alcoólico.

A Cabernet Sauvignon é uma das principais cepas tintas de Napa, com seus vinhos encorpados e exuberantes, sendo alguns aptos para o envelhecimento.

Entre as variedades brancas destaca-se a Chardonnay, provenientes de vinhedos com um microclima um pouco mais frio.

Outras variedades também cultivadas:

Os vinhos do Napa tem essas características por causa do clima, dos tipos de solos e da geografia da região.

Os solos são variados, predominantemente arenoso-calcário. Algumas zonas apresentam solos profundos argilosos, porém bem drenados. Encontramos também solos vulcânicos e outros com bastante depósitos de minerais.

O vale é formado por uma zona plana e por ladeiras um pouco mais elevadas cujos vinhedos se beneficiam com intenso sol pela manhã e brisas mais frias à noite.

O clima é temperado e quente com influência marítima do Oceano Pacífico que faz surgir uma névoa matinal que mantém a temperatura mais fresca durante todo o ano com menor flutuação entre verão e inverno.

Quando beber um vinho do Napa comece a prestar atenção nessas características que falamos acima e compare vinhos da mesma variedade de uva dessa região com vinhos, por exemplo, franceses de Bordeaux ou da Borgonha e vai anotando as diferenças que for percebendo. Garanto que vai gostar desse exercício, pois é muito bacana quando percebemos a riqueza e as infinitas nuances que descobrimos nos vinhos.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!