Vinícola Casa Cesília e Castelo La Mola – Espanha

Vinícola Casa Cesília e Castelo La Mola – Espanha

A vinícola fica na Espanha, na cidade de Novelda, Comunidade Valenciana. O aeroporto mais próximo é o de Alicante, que fica a 30 km de distância da vinícola. A distância de Madrid é de 400 km. Nossa sugestão é que você alugue um carro, tanto se estiver vindo de Madrid como de Alicante.

A bodega atual teve sua origem na Heretat de Cesilia, que foi uma espécie de herança ou divisão de terras feita pelo marquês de Romana em 1707. Esse sistema foi escolhido pelo rei Jaime I para repovoar as terras conquistadas. Uma “heretat” era formada por um conjunto de terras que tinham critérios para a exploração. Cada uma possuía uma casa, uma horta e um pedaço de terra para o cultivo de cereais e videiras.

E nessa época, finais do século XVIII, o porto de Alicante era muito estratégico e escoava a produção dos famosos vinhos dessa região para toda Europa. A região de Novelda, que pertence ao Vale de Vinalopó, começou então a se destacar na produção de vinhos.

A área de terreno da Casa Cesilia, onde o marquês de Romana começou a “heretat”, foi comprada em 1984 pela família Arias que deu início ao projeto enológico e converteram os vinhos Casa Cesilia a um símbolo do Mediterrâneo.

A visita 

Começamos nossa visita conhecendo um pouco da história da vinícola através das instalações na parte antiga, que eles mantém como um museu, não só com os equipamentos enológicos antigos, como também máquinas que usavam para fabricação de azeite.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em seguida passamos para a parte da vinícola onde foi explicado toda a parte de elaboração dos vinhos, desde a chegada das uvas até o engarrafamento e o envelhecimento dessa bebida que somos apaixonados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Os vinhos

A nossa visita terminou com a degustação de 2 vinhos: o Casa Cesilia Branco e o Casa Cesilia Roble.

Porém continuamos provando os outros vinhos no restaurante da própria vinícola, que é delicioso e também recomendamos muito.

Segue abaixo os vinhos da Casa Cesilia e uma descrição resumida com as variedades de uvas que eles elaboram seus vinhos.

Tintos:

  • AD Gaude Tinto: Monastrell, Syrah e Pétit Verdot – 24 meses em barrica
  • Casa Cesilia Crianza: Monastrell, Cabernet Sauvignon e Petit Verdot – 12 meses em barrica
  • Casa Cesilia Roble: Monastrell e Syrah – 6 meses em barrica com batonage mensal sobre suas lías.

Brancos:

  • AD Gaude Branco: Albariño e Loureira – maceração fermentação em barrica e Crianza 8 meses sobre suas lías com batonages periódicas.
  • Casa Cesilia Branco: Sauvignon Blanc e Macabeo – maceração rápida e após a fermentação o vinho permanece em contato com suas lías.
  • Cesilia Blanc: Moscatel e Malvasia: após a fermentação o vinho permanece sobre suas lías finas.

Rosé:

  • Cesilia Rose: Merlot e Syrah – a fermentação se realiza metade em barrica e outra metade em depósito de aço inoxidável e depois permanece sobre suas lías.

Enoturismo

Bacana é que eles também fazem parte de um projeto junto com uma universidade da região para incentivar o enoturismo, com o objetivo de potencializar a enologia, a riqueza vitivinícola da região e o desenvolvimento e a troca de conhecimento sobre o enoturismo, realizando conferências e seminários nessa área. Caso queira visitar a vinícola lembre-se de fazer sua reserva diretamente no site casasicilia1707.es.

O Restaurante Heretat de Cesilia

Como dissemos acima, na vinícola também funciona o Restaurante Heretat de Cesilia onde o menu apresenta uma deliciosa comida mediterrânea, e claro,  para ser harmonizada com muito vinho. Continuamos provando os vinhos enquanto almoçávamos. E seguimos com os vinho: AD Gaude Branco, Casa Cesilia Tinto e o AD Gaude Tinto.

 

A gastronomia da região é maravilhosa, com vários tipos de arroz. Não deixe de experimentar os mais típicos, que são o de coelho com caracol e o de mariscos. Comemos também bacalhau e costelas de cordeiro na brasa. Só de lembrar já deu água na boca e vontade de voltar em breve.

A cidade: Novelda

A cidade é conhecida pela produção de uva, pelo comércio de especiarias e de mármore.

Na gastronomia noveldense tem o xanxullo, que é um aperitivo típico de Novelda a base de batatas, mexilhões, frutos secos, tudo misturado num prato só. E também o coca d’oli, uma espécie de pão (como uma focaccia)coberto com sardinha e tomate.

O Santuário de Maria Madalena também vale uma visita. Ela foi construída por D. José Sala Sala e sua semelhança com a Sagrada Família não é uma mera coincidência, já que Sala era um discípulo de Gaudí.

E como somos loucos por castelos, não podemos deixar de conhecer o Castelo de La Mola, apesar que hoje, infelizmente, não restar muita coisa dele.

Castelo de la Mola

O Castelo de la Mola tem sua origem árabe e foi construído no século XII sobre uma construção romana. A muralha que cercava o castelo hoje encontra-se em ruínas. Atualmente o que restou do castelo foi sua torre, que é a parte mais curiosa. Ela é triangular e é chamada Torre dos Três Picos, a única com esse formato em toda a Europa, que foi construída somente no século XIV, muito tempo depois da construção do castelo. Essa torre fica localizada ao fundo do pátio das armas.

Em nosso Canal no YouTube você pode ver o vídeo da nossa visita (disponibilizado abaixo), assim como vários outros.

Salud 🍷🏰!!!

 

 

 

Booking.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!