Vinhos da Península de Setúbal – Portugal

Vinhos da Península de Setúbal – Portugal

Hoje estamos em uma das regiões vitivinícolas portuguesas que fica bem próximo de Lisboa: a Península de Setúbal.

Vamos conversar sobre as principais uvas cultivadas por ali, as características dos vinhos elaborados através delas e as regiões com suas denominações de origem.

O bom é que após conferir tudo, você vai estar mais preparado(a) para ler os rótulos dos vinhos portugueses dessa região com mais conhecimento e isso vai facilitar muito na hora de comprar seu vinho.

Essa região vitícola de Portugal fica entre os rios Tejo e Sado e também bem perto do Oceano Atlântico, com um relevo dinâmico composto de planícies, serras e colinas.

O clima é marcado por verão quente e seco e inverno ameno e chuvoso.

Os vinhedos da península estão divididos por colinas de argila e calcário em torno Azeitão, que recebem ventos frescos do Atlântico e por planícies mais quentes com solos arenosos.

Os vinhos da Península de Setúbal possuem três classificações segundo sua origem:

  • Denominação de Origem Setúbal: são elaborados os vinhos licorosos mais tradicionais da região, o Moscatel de Setúbal e o Moscatel Roxo de Setúbal, com uma personalidade impressionante.
  • Denominação de Origem Palmela: encontramos vinhos tintos feitos a partir das variedades Castelão (chamada de Periquita), Alfrocheiro, Espadeiro, podendo ser jovens ou envelhecidos. Os vinhos brancos de Fernão Pires e Arinto. Produz também rosés, espumantes, frisantes e licorosos.
  • Indicação Geográfica Península de Setúbal (ou Vinho Regional da península de Setúbal): os vinhos se caracterizam pela diversidade, podendo ser varietais (de uma só variedade de uva) ou cortes de várias castas autóctonas como Touriga Nacional, Alicante Bouschet, Aragonez, Trincadeira e Touriga Franca. E das internacionais Syrah, Cabernet Sauvignon e Merlot.

Agora ficará bem mais gostoso quando você for beber vinhos dessa adorável região de Portugal. Garanto que é bem mais gostoso desfrutar dos vinhos conhecendo mais sobre eles.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!