O que são os terpenos no vinho

O que são os terpenos no vinho

Se você se interessa em aprender um pouco mais sobre essa bebida deliciosa e quer entrar de vez na cultura do vinho, você está no lugar certo.

❓E você deve estar se perguntando: afinal, o que são terpenos e qual sua relevância para o vinho?

❓Será que tem alguma importância saber deles quando estamos bebendo um vinho?

Quando começamos a prestar mais atenção no assunto (mundo do vinho), ouvimos vários termos que são totalmente diferentes e quase sempre não sabemos o que significam.

Então hoje vamos te contar o que são os terpenos e o que eles agregam ao vinho.

Os terpenos são substâncias aromáticas encontradas principalmente na casca de algumas variedades de uvas brancas e que passam para o vinho. Os aromas originados pelos terpenos são portanto, aromas varietais, ou seja, que vem da própria uva.

Os terpenos são responsáveis pelos aromas florais de alguns vinhos brancos.

Encontramos terpenos em todas as variedades de uvas brancas?

Não. Tem variedades que apresentam uma quantidade maior de terpenos que outras. Por exemplo: Riesling, Malvasia, Gewürztraminer, Moscatel, Albariño, Torrontés.

Seguem alguns terpenos e seus aromas:

  • Linalol: flor de laranjeira, rosa, lavanda e cítrico (Riesling e Moscatel)
  • Geraniol: flor de gerânio (Moscatel e Gewürztraminer)
  • Nerol: aroma que lembram rosa (Albariño e Moscatel)
  • Citronelol: toque mais cítricos (principalmente na Gewürztraminer)
  • Terpineol: aromas mais herbáceos (Riesling, Moscatel, Torrontés)

O vinho é realmente uma bebida complexa, então a dica é ir passo a passo.

Entendendo esses aromas fica mais fácil reconhecer, a partir de quais variedades o vinho foi elaborado e se você gosta ou não daquelas características aromáticas. Claro que não é fácil reconhecer todos esses aromas varietais até porque eles também podem sofrer transformações durante a fermentação e envelhecimento.

Para isso você precisa ir treinando, ou seja, ao beber um vinho de alguma dessas variedades que citamos acima, comece a prestar atenção e vai anotando os aromas que for percebendo, relacionando-os com as variedades de uva.

😉  Garanto que você vai adorar as descobertas que será capaz de perceber!

Se você curte o mundo dos vinhos e quer conteúdo completo e de qualidade sobre o assunto, confira nossos artigos ➨ clicando aqui ⬅︎

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!