Qual a temperatura ideal para servir o vinho?

Qual a temperatura ideal para servir o vinho?

Saber qual a temperatura ideal para se servir um vinho é uma das questões que mais despertam dúvidas.

É muito comum ouvirmos dizer que vinho branco se serve mais gelado e o vinho tinto fica melhor servido a uma temperatura mais alta.

Mas será que é mesmo só isso que temos que levar em consideração quando o assunto é a temperatura ideal para o serviço do vinho?

Então, vamos falar hoje um pouco sobre a influência da temperatura sobre alguns tipos de vinho. Com certeza isso vai te ajudar bastante, pois quando bebemos um vinho na temperatura mais adequada, podemos tirar mais proveito dele.

A princípio é bacana saber que sim, a temperatura realmente influencia nos aromas e no gosto do vinho. Isso é bem fácil de comprovar e você pode fazer esse teste na sua casa da próxima vez que abrir uma garrafa de vinho. Separe o mesmo vinho em duas taças: uma deixe na temperatura ambiente e coloque outra na geladeira por uns 20 minutos. Depois compare os aromas e o gosto, você vai perceber que o vinho realmente muda quando bebido em temperaturas diferentes.

E afinal por quê a temperatura influencia nos aromas e sabores?

Bom, as substâncias voláteis (aquelas que liberam aromas na taça ou na boca) são mais difíceis de serem liberadas quando o vinho está submetido a baixas temperaturas.

Em temperaturas muito baixas, ou seja, quando o vinho está muito frio, as papilas gustativas ficam anestesiadas.

Outras substâncias presentes no vinho como acidez, taninos, presença de gás carbônico e o grau alcoólico também podem ser considerados quando vamos escolher a melhor temperatura para bebermos o vinho.

Vamos dar alguns exemplos para você entender na prática:

  • Nos vinhos espumantes o gás carbônico é percebido de forma mais “agressiva” quando a temperatura está mais alta.
    – Quando resfriamos um pouco mais esses vinho as sensação das borbulhas se tornam mais agradáveis.
  • Nos vinhos com alto teor alcoólico (como os fortificados) e com mais dulçor ficam mais agradáveis quando bebidos mais frescos.
  • Os taninos se mostram mais duros quando o vinho está muito gelado, portanto quanto mais tânico um vinho, menos frio deve ser servido.
  • Em vinhos envelhecidos, o bouquet fica mais evidente em temperaturas mais altas (16 a 18°C).
  • Nos vinhos brancos jovens, para se perceber o frescor da acidez, o ideal é baixarmos a temperatura, servindo o vinho um pouco mais frio.

Sabendo disso vamos dar algumas dicas relacionados com a temperatura do vinho:

  • Vinhos tintos com mais taninos ⇒ menos frio (16 a 18°C)
  • Vinhos tintos pouco macerados ou mais jovens com menos taninos ⇒ um pouco mais frescos (14 a 16°C)
  • Vinhos brancos jovens e mais ácidos e vinhos espumantes ⇒ mais frios (8 a 10°C)
  • Vinhos brancos com mais corpo ou envelhecidos ⇒ menos gelados (10 a 12°C)
  • Vinhos rosés ⇒ mais frescos (10 a 12°C)

Agora com todas essas dicas vai ficar mais fácil de saber a temperatura que você poderá tirar mais proveito em relação a cada tipo de vinho.

Ahhh!! mas não se esqueça que pode acontecer de você beber um vinho com uma temperatura diferente e gostar! Não se preocupe, o mais importante é você curtir seu vinho.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!