Bairrada – uma região vitivinícola portuguesa

Bairrada – uma região vitivinícola portuguesa

Atualmente a região da Bairrada tem produzido um pouco menos, sobretudo vinhos tintos, com foco para melhorar a qualidade. Além disso a Bairrada lidera a produção de espumantes em Portugal.

 

A região da Bairrada está localizada ao sul do Douro e a oeste do Dão, em direção ao mar. Situada na Beira Litoral entre as cidades de Coimbra e Aveiro, no centro de Portugal.

História

A Bairrada tem sua história ligada ao vinho desde o século X. Porém a produção de vinhos de qualidade é bem mais recente, em torno do século XIX.

No reinado de Dom Alfonso Henriques foi autorizada a plantação dos primeiros vinhedos com a condição de que fossem doados 1/4 dos vinhos produzidos à Coroa.

Devido a importância sócio-econômica da atividade vitivinícola na região, foram criadas mais medidas de proteção durante o reinado de Dom João I e Dom João III.

Região vitivinícola e Denominação de Origem

A Comissão Vitivinícola da Bairrada é a associação competente para atribuir a Denominação de Origem Bairrada.

Encontramos nessa região vinhos:

  • DO Bairrada: tinto, branco, espumante, rosés e “Clássico”(tinto)
  • IG Beira Atlântico: tinto, branco, espumante e rosé
  • Vinhos da sub-região “Terras de Sicó”

Clima, solo e geografia

  • O clima da região é mediterrâneo com influência atlântica (oceano Atlântico). Apresenta uma amplitude térmica que beneficia muito o cultivo e principalmente o amadurecimento das uvas, ou seja os verões apresentam temperaturas mais elevadas durante o dia e as noites são mais frescas. Os invernos são frescos e chuvosos.
  • A região apresenta terrenos pobres com solo variando do arenoso, argiloso e franco-arenoso, sendo que a maioria dos vinhedos estão localizados em solos de argila (barro) e argilo-calcário, por isso a origem do nome Bairrada.
  • O relevo é composto por planaltos de baixa altitude e regiões mais planas, e a maioria dos vinhedos são cultivados em regiões que não ultrapassam os 120 metros de altitude.

Principais variedades de uva

Várias cepas tintas e brancas são cultivadas na Bairrada, porém a variedade de uva tinta Baga é a mais importante uva da região, produzindo vinhos muito aromáticos, com grande potencial para o envelhecimento e responsável pela personalidade dos vinhos produzidos a partir desta na região.

Algumas videiras antigas de Baga vem sendo arrancadas e substituídas por outras variedades como a Touringa Nacional, Tinta Roriz e as internacionais Cabernet Sauvignon, Merlot, entre outras, com o intuito de modernizar a região. Porém alguns produtores como Luis Pato e sua filha Filipa Pato, resistem e continuam na defesa da variedade Baga na região.

Aém da Baga outras variedades são cultivadas na região:

  • Variedades tintas: Castelão Franco, Moreto, Tinta Espinheira, Touringa Nacional, Alfrocheiro, Jaen, etc.
  • Variedades brancas: Bical, Cercial, Verdelho, Chardonnay, Maria Gomes (Fernão Pires), Bical, Arinto, etc.

Características dos vinhos

Os vinhos produzidos na Bairrada são brancos, tintos, rosés e espumantes.

  • Vinhos tintos da Bairrada costumam ser bem estruturados, ricos em taninos, encorpados com aromas intensos e complexos.
  • Vinhos brancos jovens são frutados e leves e quando envelhecidos apresentam notas resinosas e se mostram mais encorpados e com estrutura mais complexa.
  • Vinhos espumantes da Bairrada tem ganhado destaque, caracterizando-se por sua frescura, elevada acidez, notas frutadas e florais quando jovem, adquirindo aromas tostados e complexos quando envelhecidos. Costumam apresentar uma cremosidade e mineralidade bem marcada. Os espumantes são produzidos pelo método clássico e dependendo da quantidade de açúcar residual, são classificados como Brut, Seco ou Semi-seco, sendo a maioria Brut.
  • Vinhos rosés apresentam aromas frutados, frescos, moderada acidez e quando são elaborados com a variedade Baga apresentam bastante tipicidade.

Degustando um vinho da Bairrada

Escolhemos o vinho Nossa Calcário Tinto 2017 da produtora Filipa Pato. Ele é um varietal (feito a partir de uma só variedade de uva) de Baga, da Denominação de Origem Bairrada.

O que percebemos ao tomarmos esse vinho foi o seguinte:

  • Cor: púrpura com reflexos violetas.
  • Olfato: bastante complexidade aromática com destaque para frutas vermelhas como amora e cereja e toque de menta e tabaco.
  • Paladar: bem estruturado, com bom corpo e acidez equilibrada, taninos bem presentes porém já macios.

Chegou a hora de você praticar e entender mais sobre os vinhos dessa região portuguesa. O ideal é que comece provando um vinho de cada tipo (branco, rosé, espumante e tinto) e anotando as impressões que teve de cada um. Somente através da prática que conseguimos aprender e perceber a tipicidade dos vinhos. Então mãos a taça!

Se desejar aproveite algumas ofertas que disponibilizamos em nosso Blog (sem nenhum custo adicional) para comprar, no conforto do seu lar, alguns vinhos. Basta acessar nossa página ➨ Ofertas de Vinho.

Caso tenha alguma dúvida sobre vinhos é só perguntar. Aqui no blog disponibilizo meu WhatsApp para facilitar a comunicação. É só enviar sua dúvida ou comentário.

Temos também disponível o vídeo lá em nosso canal no YouTube sobre essa região. Confere lá.

Salud 🍷🍷!!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!