Os encantos da uva Merlot

Os encantos da uva Merlot

A Merlot é uma variedade de uva tinta, e tem um excelente potencial enológico, pois a partir dela são elaborados grandes vinhos.

Ela é originária da região de Libourne, cerca de Bordeaux (França) e seu nome vem da palavra occitania “merle”, um pássaro que tem a plumagem da mesma cor que o cacho da uva Merlot (azul escuro intenso).

Possui cachos de tamanho mediano e formato cônico largo. Sua casca é grossa com uma quantidade importante de resveratrol (é um polifenol com função antioxidante), que além de proteger a planta contra fungos, nos beneficia com suas funções cardioprotetoras, antienvelhecimento, entre outras. Ou seja, beber vinho faz muito bem a saúde e para a alma!

É uma variedade que se adapta bem a vários tipos de solo, porém se desenvolve melhor em solos frios argilosos, de pedra caliza e em regiões de clima mais fresco onde a Merlot mantém uma boa acidez e equilíbrio tânico.

Outros nomes utilizados para a Merlot são: Bégney, Crabutet, Merlau, Sémillon Rouge.

Alguns estudos realizados pela Universidade da Califórnia mostram que a Merlot é descendente do cruzamento entre algumas variedades no século XVIII, e está relacionada com a Cabernet Franc, a Carménère e a Cabernet Sauvignon..

Características dos vinhos com a Merlot

Os vinhos monovarietais de Merlot são redondos, possuem menos taninos que sua irmã Cabernet e tem uma evolução rápida em garrafa. Alguns vinhos Merlot são elaborados para serem consumidos jovens, porém isso não é considerado uma regra, pois alguns dos vinhos mais prestigiosos e caros do mundo, como Chateau Pétrus e Le Pin, feito quase totalmente com a Merlot, evoluciona por anos.

Possuem muita cor e um bom grau alcoólico. Dependendo do clima da região onde foi cultivada desenvolverá uma personalidade diferente, por isso é conhecida no mundo enológico como uma “variedade camaleoa”.

O corte da Merlot com a Cabernet Sauvignon gera vinhos muito equilibrados pois elas se complementam devido a menor presença de tanino da Merlot.

A Merlot é uma das bases dos vinhos de Bordeaux.

Regiões vitivinícolas

As principais regiões que cultivam esta variedade são:

  • França: Saint-Émilion e Pomerol, margem direita de Bordeaux, onde a Merlot consegue seu apogeu. Esta região produz cortes de Merlot com Cabernet. Também é considerada uma das principais variedades de Languedoc-Rosellón, contudo são vinhos mais básicos que os de St Émilion/Pomerol.
  • Espanha: Cataluña, Múrcia, Navarra, Ribera del Duero, Somontano.
  • Suiza: na região de Ticino se produz vinho Merlot que alcançam a mesma qualidade dos vinhos de Pomerol.
  • Itália: na Toscana encontramos a Merlot em corte com a Cabernet, e no nordeste italiano, onde consegue uma boa maduração.
  • Europa oriental: Na Romênia, a Merlot se encontra nas regiões vinícolas de Moldavia, Muntenia e Banat, porém às vezes a Merlot não madura completamente por lá.
  • Novo Mundo:
    Chile: a Merlot foi confundida por muito tempo com a Carménère.
    Nova Zelândia: a Merlot é mais cultivada na Ilha Norte e é utilizada tanto na elaboração de vinhos varietais como também em corte com a Cabernet Sauvignon.
    –  África do Sul: a Merlot é a quarta variedade mais plantada no país sul africano.
    – EUA: na Califórnia o clima temperado e a influencia do Pacífico favorece o cultivo de variedades como a Merlot.

Nas regiões mais quentes são produzidos vinhos mais alcoólicos.

Em regiões mais frias ela é mais fácil de ser cultivada e produz vinhos com caráter menos tánico e ligeira acidez, o que dá uma sintonia perfeita quando mesclada com a Cabernet Sauvignon ou Cabernet Franc (corte bordalês), gerando vinhos bastante equilibrados.

Diferenças entre vinhos Merlot

Um dos questionamentos frequentes para quem está aprendendo sobre vinho é entender a diferença que existe entre vinhos elaborados com a mesma variedade de uva. Bom, são vários os fatores que influenciam, dentre eles, a região, o clima, o tipo de viticultura empregado (poda/irrigação/sistema de condução/etc), o processo enológico, entre outros.

Vamos aos exemplos:

  • Alguns produtores optam por realizar a colheita da Merlot um pouco antes da maduração total para manter a acidez garantindo assim vinhos que poderão passar por um processo de envelhecimento. É o caso dos vinhos do Châteua Pétrus (um dos mais prestigiosos do mundo).
  • Já alguns desejam vinhos mais encorpados, que mantenham mais os aromas e os sabores da própria fruta, conseguindo essas características através de uma colheita mais tardia.

Degustando seu Merlot

Agora chegou a hora de entendermos o que podemos sentir ao bebermos um vinho Merlot fazendo a análise sensorial.

E para tornar essa experiência mais saborosa te aconselho a praticar, pois a melhor maneira de aprender sobre vinhos é bebendo. Então escolha um Merlot, abra e aproveite enquanto está lendo nosso artigo e siga descobrindo todas as sensações que você pode encontrar.

Análise visual: cor rubi com reflexos violetas, quando joven.

Análise olfativa: aromas de frutas vermelhas como groselha, cereja e framboesa. Violeta, folha de louro e bolo de frutas secas. Quando envelhecido em carvalho americano apresenta notas herbáceas de cedro, couro e chocolate.

Análise gustativa:  sabores finos e elegantes com boa viscosidade e teor alcoólico mais alto. Presença de taninos porém menos marcados que a Cabernet Sauvignon.

 

Harmonização com vinho da variedade Merlot

A Merlot é uma variedade tinta cujos vinhos são bastante flexíveis e que permitem muitas combinações com comida. Então vamos dar algunas dicas:

  • Peixes: para quem acha que peixe não combina com vinho tinto, minha sugestão é que experimente um Merlot com peixes mais gordurosos como salmão, atum ou bacalhau com molho amanteigado e alcaparras.
  • Carnes: vai muito bem com hamburguer, com carnes grelhadas e molho de cogumelos e também frango assado.
  • Risotos: de filet mignon com shitake ou de bacalhau.
  • Queijos: tipo brie, gorgonzola, gouda, cheddar e fondue de queijo.
  • Bruschetas: pode ser de cogumelos ou com os queijos mencionados acima.
  • Sobremesa: acompanha bem um petit gateau de chocolate ou peras ao vinho tinto.
  • Legumes: salteados com tomilho, menta e alecrim.

Bom, agora que você já tem bastante conteúdo sobre a Merlot nada melhor que por em prática os conhecimentos adquiridos. Escolha um Merlot e aproveite, beba ele acompanhando algum prato ou simplesmente curtindo só o vinho mesmo.

Temos alguns parceiros aqui no blog onde você pode escolher e comprar seus vinhos online de maneira segura e cômoda, basta clicar aqui.

Se ainda tiver alguma dúvida de como e onde comprar seu vinho online, temos um artigo que vai ajudar bastante – Onde Comprar bons vinhos online.

Se quiser tirar qualquer dúvida sobre o delicioso mundo dos vinhos, entre em contato enviando uma mensagem no FALE CONOSCO ou clicando no botão do WhatsApp aqui no blog.

Salud🍷🍷!!!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!