Vinhos de Puglia – Itália

Vinhos de Puglia – Itália

Essa região italiana está localizada no sul da Itália, região que comumente chamamos de salto da bota, banhada pelo Mar Adriático e o Mar Jônico.

É uma região italiana com tradição vitivinícola onde parte da produção do vinho era destinado ao norte para ser mesclado aos vinhos e vermute dessas regiões, inclusive da França.

História

A introdução de videiras com técnicas eficientes de cultivo foi feita na região de Puglia desde a época dos fenícios.

Os gregos, no século VIII a.C., deram continuidade ao cultivo da videira, porém a época de ouro foi durante a conquista dos romanos, onde os vinhos de Puglia alcançaram ainda mais fama por sua qualidade.

Com a queda do Império Romano houve um declínio da atividade vitivinícola, mas não com grande comprometimento.

No século XVII houve um resgate de variedades autóctonas, porém houve no final do século XIX, um outro baque na história da viticultura de Puglia, quando a Phylloxera atingiu os vinhedos europeus.

Na sequência, a recuperação dos vinhedos em Puglia foi marcada pelas replantações, dando preferência à quantidade de produção, mas do que a qualidade.

Atualmente os produtores de Puglia vem desenvolvendo outras estratégias apostando por exemplo, na diminuição da produção e buscando uma maior qualidade para seus vinhos. Como fruto desse trabalho encontramos atualmente disponíveis no mercado,  vinhos com qualidade.

Geografia, solo e clima

  • A topografia da região é praticamente plana com paisagens belíssimas dos vinhedos.
  • O clima é tipicamente mediterrâneo, quente, com sol boa parte do ano, pouca chuva, com presença de uma brisa marítima dando condições muito boas para a viticultura.
  • O solo é argiloso e calcário com presença de depósitos de ferro.

Regiões Vitivinícolas

Na Puglia encontramos três regiões vitivinícolas:

  • Foggia: ao norte, encontramos tanto vinhos brancos como tintos bem simples produzidos a partir de Sangiovese, Trebbiano, Montepulciano, Aglianico, Bombino Bianco e Nero, etc.
  • Bari e Taranto: localizada na zona mais central. Destacamos os vinhos brancos mais encorpados de Verdeca.
  • Península de Salento: região onde são elaborados os vinhos mais interesantes de Puglia. Nessa zona as videiras se beneficiam dos ventos frescos provenientes do Mar Adriático e Jônico. As principais uvas dessa região são a Negroamaro, Primitivo e Malvasia Nera.

Principais variedades de uvas

A região possui diversas variedades de uvas autóctonas.

A variedade mais famosa de Puglia é a Primitivo com seus vinhos bastante encorpados, ou seja, teor alcoólico bem elevado. Entre as uvas tintas destacamos também a Negroamaro, a Sangiovese e Trebbiano.

Os vinhos brancos são elaborados principalmente a partir das variedades Fiano, Greco e a Minutolo.

Também são cultivadas algumas variedades internacionais, principalmente a Cabernet Sauvignon, Merlot, Chardonnay.

Denominções de Origem

Puglia tem:

  • 28 DOC (Denominação de Origem)
  • 4 DOCG (Denominação de Origem Controlada e Garantida)
  • 6 IGP (Indicação Geográfica Protegida).

Vamos destacar a DOC Castel del Monte, localizada ao norte, que produz vinhos muito bons a partir da uva Nero di Tróia de maduração tardia.

Características dos vinhos da Puglia

Em Puglia são produzidos vinhos tintos, brancos, rosados, espumantes e vinhos doces.

Seguem algumas características de alguns vinhos de Puglia de acordo com a variedade de uva:

  • Primitivo: os vinhos mais expressivos são de Taranto, Bari e Gioia del Colle com vinhos elegantes e equilibrados, frutados com aromas de cereja, amora e ameixa.
  • Negroamaro: destaque para os vinhos produzidos em Salento – são aromáticos, com sabores mais fortes e complexos de cravo, canela e pimenta, podendo apresentar toques de terrosos e até mesmo amargor.
  • Nero di Troia: tem seu lugar ideal em Castel del Monte (Foggia) e Bari – geralmente são vinhos concentrados, com aromas elegantes de frutas negras, violeta, coloração intensa e ricos em taninos.

Degustando um vinho da Puglia

E como a melhor maneira de aprender sobre o mundo do vinho é bebendo vinho, vamos partir para a prática.

Hoje trouxemos para degustar o Passitivo 2015. Ele é da região de Taranto da IGP Puglia. Ele é um varietal (feito só a partir de uma variedade) de Primitivo.

Nossas sensações foram as seguintes:

  • Visão: a cor é um vermelho rubi bem profundo
  • Olfato: bem frutado apresentando aromas de géleia de frutas vermelhas com toques de baunilha.
  • Paladar: encorpadão, com boa acidez e estrutura, taninos aveludados e a presença de frutas permanece na boca com final persistente.

Agora que já conheceu um pouco sobre essa região vinícola italiana sugiro que coloque em prática o aprendizado. Escolha um vinho de Puglia para ir bebendo enquanto assiste nosso vídeo que já está disponível em nosso canal no YouTube.

E se você curte vinhos italianos temos também o artigo sobre a Sicília, outra região vitivinícola maravilhosa da Itália.

Salud🍷🍷!!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!