Harmonização de vinho com comidas

Harmonização de vinho com comidas

Combinar comida com vinho é sempre um assunto interessante e que desperta bastante interesse, porém é uma dúvida comum e uma preocupação para algumas pessoas, saber como fazer essa combinação.

Quem nunca ficou em dúvida, seja para o dia a dia ou para receber os amigos, na hora de combinar vinho ou comida?

Hoje vamos explicar um pouco sobre os tipos de harmonização, ou seja, alguns fundamentos de como podem funcionar as combinações, e pode ter certeza, se você entender bem essa parte, já vai ficar mais fácil e você vai poder sair da simplicidade e da conveniência de dizer que vinho branco só combina com peixe e vinho tinto com carne.

Ahhh!! É importante você saber que não estamos levando em conta as preferências pessoais ou o gosto particular de cada um. Sabemos que isso varia muito e seria impossível aqui definir todas as combinações que vão agradar particularmente a todos.

O bom mesmo e mais útil é você se basear nas dicas e encontrar a partir delas as combinações que mais te agradam.

Primeiro passo é sabermos qual é o objetivo da harmonização do vinho com comida.

⇒ O que buscamos é que o sabor e a textura de um alimento tenha efeito positivo sobre o vinho que tomamos e vice versa.

Podemos dividir a harmonização em dois princípios básicos:

  • Harmonização por contraste: nesse tipo de combinação buscamos o equilíbrio entre a comida e o vinho, onde o excesso de um vai ser compensado pela carência do outro, sem se anularem. Alguns exemplos ícones: pratos picantes com vinhos mais ácidos, queijos azuis com vinhos doces.
  • Harmonização por complemento: o que se procura é o equilíbrio através do sabor parecido entre o vinho e a comida. Por exemplo, vinhos mais potentes com comidas de sabores mais fortes ou vinhos mais ligeiros com comidas mais delicadas.

É muito normal algumas pessoas se questionarem pois gostam de uma comida com um vinho que não se encaixa dentro de nenhum padrão de harmonização. O que tenho a dizer a respeito disso? Problema nenhum!! Gosto é muito particular e caso você tenha curtido algum vinho com alguma comida que de repente não se encaixou, por alguma razão, dentro de nenhum dos fundamentos de harmonização, vai em frente e aproveite!

Temos aqui no blog vários artigos onde damos sugestões de combinação de vinhos com comidas e vou deixar os links aqui para você disfrutar:

Harmonização com vinhos Riesling

Harmonização de vinhos com saladas

Harmonização com Vinho Verde

Harmonização com vinhos Tannat

Harmonização queijos e vinhos

Harmonização festas fim de ano

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!