Moulin À Vent: uma jóia do Beaujolais – França

Moulin À Vent: uma jóia do Beaujolais – França

Hoje vamos para uma zona específica do Beaujolais (Borgogna – França) para te contar o porque ela é considerada um dos melhores Crus da região. 

Falaremos sobre a variedade de uva cultivada ali, as características dos vinhos e daremos no final algumas sugestões de pratos para combinar com essa maravilha de vinho.

Bom, para quem está começando e quer entender o mundo do vinho, vamos começar a falar sobre essa zona produtora explicando o que é um “Cru”.

Se entende por “Cru”, o melhor terroir, ou seja, a melhor parcela de um determinado vinhedo em relação a qualidade das uvas.

No Beaujolais (região ao sul da Borgonha) encontramos alguns Crus, e um deles é Moulin à Vent. 

O nome Moulin-à-Vent quer dizer “moinho de vento” justamente por causa de um velho moinho localizado no alto de uma colina no meio dos vinhedos. 

Em Moulin-à-Vent encontramos a variedade de uva tinta Gamay “brilhando” e  conseguindo aproveitar tudo de melhor que o “terroir” pode oferecer. 

Claro que mesmo aí, encontramos vinhos com complexidades distintas. 

Um dos fatores que tornam esses vinhos tão especiais é a enorme diversidade de solo da região, formado por xisto vulcânico e granito arenoso rico em magnésio, que devido a uma erosão constante, vão formando diferentes camadas de terra, como se a região fosse um mosaico, com diferenças de composição muitas vezes dentro de um mesmo “cru”. 

O clima é seco e bastante quente. 

Esse tipo de solo granítico com presença de magnésio junto com o clima da região,  conferem aos vinhos tipicidade única, com um carácter distinto, que pode envelhecer muito bem. 

Os vinhos Moulin-à-Vent geralmente são estruturados, de corpo médio e elegantes, apresentando:

  • quando jovens: aromas mais florais e frutados de violeta e cereja.
  • quando envelhecidos: aromas mais complexos de frutas mais maduras, rosas murchas, especiarias e trufas. Em boca, tem estrutura, com taninos mais sedosos expressando todo seu potencial.

Agora, seguem algumas sugestões de pratos que você pode combinar com vinhos Moulin-à-Vent:

  • Peru assado recheado 
  • Pato ao molho de mostarda
  • Lasanha de beringela 
  • Torta de legumes gratinada
  • Queijos curados

Para praticar, que tal beber um vinho de Moulin-à-Vent comparando com um outro Beaujolais que não seja outro “cru”, por exemplo, um Beaujolais-Villages e tente ir percebendo como podemos ter várias expressões da mesma variedade de uva, neste caso, a Gamay.

Bons vinhos 🍷🍷.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

Seja o primeiro a comentar!