Variedade de Uva Pinot Noir

Variedade de Uva Pinot Noir

A Pinot Noir é uma variedade de uva tinta marcada pela sua delicadeza, seu carácter e por seus caprichos que impõe tanto ao viticultor quanto ao enólogo muito cuidado e destreza se querem extrair dela bons vinhos.

Produz vinhos bastante elegantes, delicados e quando envelhecidos podem ser bem complexos em aromas e sabores.

Tem esse nome de origem francesa que significa pinot (pine, piña ou abacaxi) porque metaforicamente seus cachos lembram uma abacaxi pela semelhança do formato.

Origem e história

A Pinot Noir tem sua origem na Borgonha, mais precisamente na zona de Côte-d’Or, região localizada a noroeste da França.

Existem algumas lendas que tentam explicar como a Pinot Noir começou a ser cultivada por lá. Uma dessas lendas diz que foram os heduos (povo de origem celta, da Galia) que iniciaram o cultivo na época pré romana, porém alguns estudiosos dizem que sua origem é da época romana.

Não está claro se a Pinot Noir é a primeira espécie da família das Pinot, porém o DNA da Pinot Gris e Pinot Blanc comprovam que essas duas variedades de uva também derivam dela, são uma mutação, ou seja, uvas originalmente tintas foram evolucionando de forma natural até chegarem as uvas gris (cinzas) e brancas. Células no interior da uva perdem os genes necessários que produzem os antocianos, que são os componentes responsáveis pela coloração tinta das uvas.

Características

Possui também várias outras denominações como: Pinot Nero, Pineau de Bourgoyne, Franc Pineau, Klevner, Plant Fin, Noirien, Pinoz, Morillon, Auvernat Noir, Spätburgunder, Blauburgunder, entre outras.

É uma variedade de uva que possui cachos pequenos e compactos, a casca não é tão grossa, com maduração que ocorre mais cedo e gosta de clima mais frio, pois é sensível ao sol muito forte. Possui rendimentos baixos, e isso é bom quando se busca qualidade, pois sabemos que a baixa produtividade é um dos fatores determinantes para a alta qualidade do vinho.

Os vinhos de Pinot Noir

Com a Pinot Noir se elaboram vinhos tintos, rosés, espumantes e blanc de noir (vinhos brancos feitos a partir de uvas tintas) e quando se tem uma boa fermentação e envelhecimento, teremos vinhos de alta qualidade.

É uma variedade que possui baixos níveis de compostos fenólicos, como por exemplo, os antocianos, responsáveis pela coloração tinta dos vinhos e os taninos, que dão a sensação de adstringência. Portanto, são vinhos mais leves, com uma coloração mais clara e mais suaves.

A Pinot Noir é uma das variedades que junto com Chardonnay e a Pinot Meunier, são utilizadas para a fabricação do Champagne.

Encontramos de uma maneira geral aromas e sabores:

  • Frutados: cereja, framboesa, groselha e morango.
  • Florais: violeta e pétalas de rosas.
  • Especiarias: pimenta, cravo, alecrim e noz-moscada.
  • Ervas: orégano e chá verde

A Pinot em diferentes regiões

A Pinot Noir é a variedade de uva conhecida por ser a base dos grandes vinhos da Borgonha. Também é cultivada em várias outras partes do mundo, porém, em poucas regiões tem tido uma maior relevância.

Dependendo da região vamos notar uma grande diferença em aromas e sabores dos vinhos produzidos a partir dela.

Por exemplo:

  • aromas de fambroesa e cravo: Califórnia, Nova Zelândia, Chile.
  • aromas de cranberry e cogumelos: França, Itália, Alemanha, Óregon.

A Pinot na Borgonha

A Pinot Noir é a base dos grandes vinhos da Borgonha e as regiões de Beaune e Côte d’Or são onde encontramos vinhedos espetaculares de Pinot Noir adimirados mundialmente.

Na Borgonha ela é a variedade tinta que reina produzindo vinhos muito delicados e perfumados, com sua máxima capacidade de expressão e qualidade, em grande parte devido ao clima fresco da região, fundamental para o bom desenvolvimento da Pinot Noir.

É na Borgonha que encontramos os vinhedos de Pinot Noir mais famosos do mundo e  inclusive um dos vinhos mais caros do mercado, o Romanée Conti.

Degustando um Pinot Noir

Hoje vamos degustar um Pinot Noir da Borgonha (França). As impressões sensoriais que tivemos ao provarmos esse vinho foram as seguintes:

  • Vista: cor violeta
  • Olfato: aromas de framboesa, amora e um toque lembrando leite de rosas
  • Paladar: corpo bem leve, com pouco tanino e bastante acidez.

Harmonizando com vinho da variedade Pinot Noir

Levando em consideração as características dessa variedade de uva, nossas sugestões de comidas para combinar com um vinho feito a partir da Pinot Noir são:

  • Bacalhau com crosta de castanha e pão
  • Robalo ao forno assado com batatas
  • Confit de pato
  • Risoto de cogumelos

Bom, agora que você já sabe muitas informações sobre essa variedade de uva com uma personalidade toda peculiar, chegou a hora de colocar em prática todo esse conhecimento. E como sempre dizemos aqui, melhor exercício para aprender sobre vinho é bebendo vinho. Então escolha um ou mais rótulos de vinhos elaborados com a Pinot Noir (de preferência monovarietais, ou seja, feitos só com um tipo de uva) de regiões diferentes e compare.

Ahhh!! Anote suas impressões, dessa maneira você lembrará dos aromas, sabores e das características dos vinhos que vai provando. Isso ajuda muito no aprendizado sobre o mundo do vinho.

Lembramos também que o vídeo sobre a Pinot Noir já está disponível em nosso canal do YouTube, então corre lá e confere!

Salud!!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!